Politica de privacidade e Cookies
Mazda3

Politica de privacidade e Cookies
  1. Informação sobre proteção de dados relativa ao tratamento por nós realizado ao abrigo dos Artigos 13.º, 14.º e 21.º do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) 

 

Consideramos a proteção dos dados pessoais um tema muito importante e informamos o utilizador, através do presente, como tratamos os seus dados pessoais e quais são os seus direitos correspondentes ao abrigo da legislação aplicável. 

 

  1. Responsável pelo tratamento de dados e respetivos detalhes

Responsável pelo tratamento de dados 

Mazda Motor de Portugal, Lda.

Av. José Malhoa 16, Piso 3, Fração B2

1070-159 Lisboa

politica-de-privacidade@mazdaeur.com

 

 

2. Finalidades e base jurídica para o tratamento dos seus dados 

 Realizamos o tratamento de dados pessoais em conformidade com as estipulações do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD), ao abrigo da legislação nacional sobre a proteção de dados, e de outras disposições sobre a proteção de dados aplicáveis (os detalhes são disponibilizados posteriormente). Os detalhes sobre quais os dados tratados e como estes são utilizados dependem em grande medida dos serviços solicitados ou concordados em cada caso. É possível encontrar mais detalhes ou adições para efeitos de tratamento de dados nos respetivos documentos do contrato, formulários, numa declaração de consentimento e/ou noutras informações que lhe são disponibilizadas (por exemplo, no âmbito da utilização do nosso website ou os nossos termos e condições). Além disso, estas informações sobre a proteção de dados podem ser atualizadas em cada momento, como poderá verificar no nosso website 

 

2.1Finalidades no âmbito do cumprimento de um contrato ou de medidas pré-contratuais (secção 1 b do Art. 6.º do RGPD)
O tratamento de dados pessoais é realizado de modo a ser possível executar os contratos que celebramos consigo e, em particular, os seus pedidos. Assim, o tratamento tem como finalidade oferecer a garantia do fabricante, a garantia alargada opcional, assistência em viagem, o Serviço de Assistência Mazda, a manutenção do Registo de manutenção Digital, processos de goodwill, programas de bónus para pessoas com deficiência, subsídios para o financiamento de veículos, etc. O tratamento de dados pessoais é igualmente realizado com vista à tomada de medidas ou à realização de atividades no âmbito das relações pré-contratuais, por exemplo, quando os potenciais clientes solicitam um test drive. De acordo com os seus pedidos, prestamos os serviços, medidas e atividades necessários. Isto inclui fundamentalmente a comunicação consigo relacionada com o contrato, a verificabilidade das transações, pedidos e outros contratos, bem como o controlo de qualidade por meio de documentação apropriada, queixas, garantia e procedimentos de goodwill, medidas para controlar e minimizar procedimentos comerciais, bem como o cumprimento dos deveres gerais de cuidado, o controlo e supervisão por parte de empresas participadas (por exemplo, a empresa-mãe); a monitorização de produtos, a manutenção de produtos - e a segurança rodoviária (por exemplo, através de campanhas de recolha de veículos e de serviços), bem como o desenvolvimento e melhoria de produtos, avaliações estatísticas para gestão empresarial, registo e controlo de custos, elaboração de relatórios, comunicação interna e externa, gestão de emergência, avaliação contabilística e fiscal de serviços operacionais, gestão de riscos, imposição de reivindicações jurídicas e defesa em caso de litígios jurídicos; a garantia da segurança da TI (nomeadamente, testes de sistema e de plausibilidade) e da segurança geral, incluindo a segurança de edifícios e instalações, a garantia e exercício de autoridade interna (por exemplo, por meio de controlos de acesso); a garantia da integridade, autenticidade e disponibilidade de dados, a prevenção e investigação de infrações penais; o controlo por parte de organismos supervisores ou autoridades supervisoras (por exemplo, auditoria). 

 

 

 

2.2   Finalidades no âmbito de um interesse legítimo da nossa parte ou da parte de terceiros (secção 1 f do Art. 6.º do RGPD)

Muito além do cumprimento efetivo do (pré-) acordo, realizamos o tratamento dos seus dados sempre que tal for necessário para proteger os nossos interesses legítimos ou os interesses legítimos de terceiros, nomeadamente para os seguintes efeitos:

-       publicidade ou pesquisas de mercado e inquéritos de opinião, na medida em que não se tenha oposto a tal utilização dos seus dados;

-       obtenção de informações e partilha de dados com agências de crédito quando tal ultrapassar o nosso risco económico;

-       o exame e otimização de processos para a análise das necessidades;

-       o desenvolvimento de serviços e produtos, bem como de sistemas e processos existentes;

-       a divulgação de dados pessoais no âmbito da devida diligência no decurso de negociações de venda da empresa;

-       para comparação com listas de combate ao terrorismo europeias e internacionais na medida em que tal ultrapasse as obrigações legais;

-       o enriquecimento dos nossos dados, por exemplo, através da utilização ou da pesquisa de dados acessíveis ao público;

-       avaliações estatísticas ou análises de mercado;

-       de índice de referência;

-       a imposição de reivindicações jurídicas e defesa em litígios jurídicos que não sejam diretamente atribuíveis à relação contratual;

-        o tratamento de dados restrito se não for possível realizar uma eliminação ou esta for possível mediante um esforço desproporcionalmente alto devido ao tipo de armazenamento especial; 

-       o desenvolvimento de sistemas de pontuação ou de processos automáticos de tomada de decisão;

-       a prevenção e investigação de infrações penais para além do exclusivo cumprimento de exigências legais;

-       segurança de edifícios e instalações (por exemplo, por meio de controlo de acesso e de videovigilância), na medida em que tal ultrapasse os deveres gerais de cuidado;

-       investigações internas e externas, revisões de segurança;

-       qualquer monitorização ou registo de conversas telefónicas para efeitos de controlo de qualidade e formação;

-       Preservação e manutenção de certificações de natureza de direito privado ou do governo oficial;

-       a apreensão e exercício por parte da autoridade nacional através de medidas apropriadas, bem como de videovigilância para a proteção dos nossos clientes e colaboradores, e para assegurar meios de prova em caso de delitos penais e respetiva prevenção.

 

2.3     Finalidades no âmbito do seu consentimento (secção 1 a do Art. 6.º do RGPD)

Os seus dados pessoais também podem ser tratados para determinados efeitos (por exemplo, utilização dos sistemas de comunicação da empresa para finalidades privadas; fotografias/vídeos seus para publicação na Intranet/Internet) incluindo como resultado do seu consentimento. Como regra, poderá revogar este consentimento a qualquer momento. Isto também se aplica à revogação das declarações de consentimento que nos foram emitidas antes da entrada em vigor do RGPD, ou seja, antes do dia 25 de maio de 2018. Deverá ser informado em separado sobre as consequências da revogação ou recusa em prestar o seu consentimento no respetivo texto do consentimento.              
Em linhas gerais, a revogação do consentimento apenas tem efeitos futuros. O tratamento que seja realizado antes da emissão do consentimento não é afetado por tal e mantém a sua legalidade


 

2.4   Finalidades relativas ao cumprimento de requisitos legais (secção 1 c do Art. 6.º do RGPD)ou no interesse público (secção 1 e do Art. 6.º do RGPD)

Tal como acontece com qualquer outro interveniente que participa na vida empresarial, também estamos sujeitos a um grande número de obrigações legais. Estas são sobretudo exigências legais (por exemplo, do direito comercial e fiscal), mas igualmente, se aplicável, direito de supervisão ou outras exigências estabelecidas por autoridades governamentais. As finalidades do tratamento também podem incluir verificações de identidade e idade, a prevenção de fraude e de branqueamento de capitais (por exemplo, comparações com listas combate ao terrorismo europeias e internacionais), o cumprimento de obrigações de controlo e notificação ao abrigo do direito fiscal, e o arquivamento de dados para efeitos de proteção de dados e de segurança de dados, bem como para efeitos de auditoria por consultores/auditores fiscais, autoridades fiscais e outras autoridades governamentais. Para além disso, poderá ser necessário divulgar dados pessoais no âmbito de medidas oficiais do governo/de tribunais para efeitos de recolha de provas, aplicação da lei e tratamento penal, ou para a satisfação de reivindicações no âmbito do direito civil.

 

 3. As categorias de dados que tratamos contanto que não recebamos os dados diretamente de si, bem como a respetiva origem 

Se for necessário para a relação contratual que mantemos consigo e para as atividades por si realizadas, podemos tratar dados que recebermos legalmente a partir da nossa Rede Mazda autorizada, de outras empresas (por exemplo, companhias de seguros e fontes de financiamento) ou de outros terceiros (agências de crédito, agências de publicação de moradas). Além disso, tratamos dados pessoais que tenhamos recolhido, recebido ou adquirido legalmente a partir de fontes publicamente acessíveis (como, por exemplo, registos comerciais e registos de associações, registos civis, imprensa, Internet e outros meios de comunicação) se tal for necessário, sendo-nos permitido tratar estes dados de acordo com as disposições legais. 

 

Em particular, as categorias de dados pessoais relevantes podem ser as seguintes:

 

   dados pessoais (nome, data de nascimento, local de nascimento, nacionalidade, estado civil, profissão/dados comerciais e comparáveis, pessoa para contacto, condutor e dados semelhantes)

   dados para contacto (morada, endereço de correio eletrónico, número de telefone e dados semelhantes)

   Locadores e locatários

   Dados sobre a morada (dados de registo da população e dados comparáveis)

   Dados sobre a Carta de Condução ou sobre o Documento de Identificação,

   confirmação do pagamento/confirmação da cobertura para cartões bancários e de crédito

   informações sobre a sua situação patrimonial (dados sobre solvabilidade incluindo classificação, ou seja, dados para avaliar o risco económico)

   histórico do cliente

   Dados técnicos do veículo, incluindo dados de diagnóstico

   Informação sobre manutenção e reparação

   dados sobre a sua utilização de sistemas por nós oferecidos (por exemplo, tempo de acesso aos nossos websites, aplicações ou boletim informativo, paginas clicadas/ligações nossas ou entradas, bem como dados comparáveis)

   Dados de vídeo

 

4. Destinatários ou categorias de destinatários dos seus dados 

Na nossa empresa, os seus dados são recebidos por gabinetes internos ou unidades organizacionais que necessitam deles para cumprir as nossas obrigações contratuais ou legais ou que requerem esses dados no âmbito do tratamento e implementação dos nossos interesses legítimos. 
Os seus dados são divulgados/transmitidos a gabinetes ou a pessoas externas exclusivamente 

  • no âmbito da execução do contrato;
  • para finalidades em que somos obrigados ou temos o direito de partilhar informação, notificar ou encaminhar dados (por exemplo, seguro de responsabilidade de do empregador, regimes de seguros de saúde, autoridades fiscais) para cumprir requisitos legais ou quando o encaminhamento dos dados é do interesse público (ver o número 2.4); 
  • até ao limite em que empresas externas prestadoras de serviços por nós contratadas processam dados enquanto responsáveis pelo tratamento de contratos ou partes que assumem determinadas funções (por exemplo,prestadores de serviços para assistência em viagem, garantia alargada opcional, Serviço de Assistência Mazda, bem como Prestadores de Leasing e Financiamento) centros de dados externos, suporte e manutenção de aplicações de TI, arquivamento, tratamento de documentos, serviços de cumprimento, controlo, triagem de dados para efeitos de combate ao branqueamento de capitais, validação e proteção de dados, verificação de plausibilidade, destruição de dados, compra/aquisição, administração de clientes, serviço de tratamento de correio em larga escala, marketing, tecnologia de comunicação, pesquisa, controlo de riscos, faturação, telefonia, gestão do website, serviços de auditoria, instituições de crédito, instalações de impressão ou empresas para eliminação de dados, serviços de correio, logística);
  • como resultado do nosso legítimo interesse ou do legítimo interesse de terceiros no âmbito das finalidades referidas no número 2.2 (por exemplo, para autoridades governamentais, agências de crédito, agências de recolha, advogados, tribunais, avaliadores, empresas pertencentes a grupos empresariais, e organismos e instâncias de controlo);
  • se nos tiver autorizado a transmitir dados a terceiros.

 

Além disso, iremos abster-nos de transmitir os seus dados a terceiros se não o tivermos informado nesse sentido separadamente. Se contratarmos prestadores de serviço no âmbito do tratamento de um pedido, os seus dados estarão sujeitos às normas de segurança por nós estipuladas para proteger devidamente os seus dados. Em todos os restantes casos, os destinatários só poderão utilizar os dados para os efeitos para os quais os dados lhes foram enviados.

 

5. Duração do período de armazenamento dos seus dados  

Tratamos e armazenamos os seus dados durante a nossa relação comercial. Isto inclui igualmente o início de um contrato (relação jurídica pré-contratual) e a celebração de um contrato.

 

Para além deste período, estamos sujeitos a diversas obrigações de retenção e documentação que emanam designadamente da legislação comercial ou fiscal. Os períodos e prazos para a retenção e/ou documentação estipulados no presente são de até dez anos após o termo da relação contratual ou da relação jurídica pré-contratual.

 

Além disso, as disposições legais especiais podem exigir uma retenção durante um período de tempo mais alargado (por exemplo, a nossa obrigação de monitorizar os nossos produtos até ao final da vida útil do veículo para, se necessário, ser possível iniciar campanhas de recolha ou manutenção.)

 

Se os dados deixarem de ser exigidos para cumprir obrigações contratuais ou legais e direitos, são eliminados regularmente, exceto de for necessário o posterior tratamento - durante um período de tempo limitado - para o cumprimento das finalidades listadas no número 2.2 devido a um interesse legítimo imperioso. Tal interesse legítimo imperioso existe se, por exemplo, não for possível eliminar os dados como resultado do tipo especial de armazenamento ou tal eliminação só seja possível às custas de uma despesa exageradamente grande e o tratamento para outros efeitos for excluído por meio de medidas técnicas e organizacionais adequadas.

 

6. Tratamento de dados num país terceiro ou por uma organização internacional 

 

Os dados são transmitidos para escritórios em países fora do Espaço Económico Europeu UE/EEE (os denominados países terceiros) sempre que tal for necessário para cumprir uma obrigação contratual para consigo (por exemplo, caso se desloque para outro país), for exigido por lei (por exemplo, obrigação de notificação ao abrigo da legislação fiscal), for no nosso interesse legítimo ou no interesse legítimo de terceiros, ou caso nos tenha autorizado a fazê-lo.

Ao mesmo tempo, os seus dados poderão ser tratados num país terceiro, nomeadamente se forem relativosao envolvimento de prestadores de serviços no âmbito do tratamento do pedido. Se não tiver sido emitida qualquer decisão por parte da comissão da UE relativa à presença de um nível razoável de proteção de dados para o respetivo país, garantimos que os seus direitos e liberdades serão protegidos e garantidos com razoabilidade de acordo com as exigências em matéria de proteção de dados da UE através de acordos contratuais para este efeito. Disponibilizar-lhe-emos informações detalhadas mediante pedido. 

Poderá solicitar informações sobre as garantias adequadas ou razoáveis e sobre a disponibilidade, bem como de que forma e onde receber uma cópia destas ao responsável pela proteção de dados da empresa ou ao departamento de recursos humanos encarregue do seu processo.

 

7. Armazenamento de dados no veículo  

São instaladas unidades de controlo eletrónicas no seu veículo. Estas unidades de controlo processam dados que, por exemplo, recebem dos sensores do veículo, que são gerados por elas ou que transmitem entre si. Algumas unidades de controlo são necessárias para o funcionamento seguro do seu veículo, outras ajudam-no enquanto conduz (sistemas de assistência ao condutor), ou ativam funções de conforto ou de entretenimento informativo.

 

São descritas abaixo informações gerais sobre o tratamento de dados nos veículos. Poderá encontrar mais informações sobre que dados específicos são recolhidos e armazenados no seu veículo e transmitidos para terceiros, bem como sobre para que efeitos, sob o título ‘proteção de dados’ nas respetivas instruções de funcionamento que incluem ligações diretas para as especificações funcionais em causa. Estas instruções de funcionamento também estão disponíveis online e, dependendo das configurações do veículo, em formato digital no veículo. 

 

Referências pessoais  

Cada veículo é identificado através de um número de identificação único do veículo. Este número de identificação do veículo é rastreável ao atual proprietário e aos proprietários anteriores do veículo. Os dados recolhidos a partir do veículo também podem ser associados ao proprietário ou condutor do veículo por outros meios, por exemplo, através da matrícula.

 

Assim, os dados gerados ou tratados pelas unidades de controlo podem ser dados pessoais ou podem, em determinadas circunstâncias, ser dados pessoalmente identificáveis. Dependendo do veículo no qual os dados estão disponíveis, poderá ser possível obter informações sobre, por exemplo, o seu comportamento de condução, a sua localização ou itinerário, ou sobre padrões de consumo. 

 

Os seus direitos relativos à proteção de dados  

Ao abrigo da atual legislação sobre proteção de dados, tem determinados direitos relativamente a empresas que processam os seus dados pessoais. 

 

Nestes termos, tem direito a solicitar a divulgação completa da informação, sem encargos, perante o fabricante ou terceiros (por exemplo, serviços de reparação contratados ou oficinas, fornecedores de serviços online no veículo), desde que estes tenham armazenado dados pessoais referentes a si. Poderá solicitar informações sobre que dados que estão armazenados sobre si, para que efeito foram armazenados e qual a sua origem. O seu direito de informação também se estende à transferência de dados para outros terceiros.

 

 

Os dados, que estão armazenados exclusivamente de forma local no veículo, podem ser visualizados recorrendo a um especialista, por exemplo, numa oficina, mediante pagamento, se apropriado.

 

Exigências legais relativas à divulgação de dados  

Caso existam regulamentos legais, os fabricantes são obrigados a divulgar informações por eles armazenadas a pedido das autoridades públicas, na medida exigida caso a caso (por exemplo, quando um delito penal está a ser investigado). 

 

As autoridades públicas também podem ler os dados a partir de veículos em casos específicos, no âmbito da legislação aplicável. Por exemplo, em caso de acidente, pode ser lida informação da unidade de controlo do air bagpara ajudar a esclarecer as circunstâncias do acidente.

 

Dados operacionais no veículo  

As unidades de controlo processam dados com vista ao funcionamento do veículo. 

 

Estes incluem, por exemplo: 

 

-       informações sobre o estado do veículo (por exemplo, velocidade, desaceleração, aceleração lateral, velocidade da roda, indicador de utilização do cinto de segurança), 

-       condições ambientais (por exemplo, temperatura, sensor de chuva, sensor de distância). 

 

Estes dados são geralmente voláteis e não são armazenados para além do tempo de funcionamento, sendo tratados exclusivamente pelo próprio veículo. As unidades de controlo incluem frequentemente meios de armazenamento de dados. Estes podem ser utilizados para documentar, temporária ou permanentemente, informações sobre as condições do veículo, a fadiga dos componentes, os requisitos de manutenção e eventos e falhas técnicas.

 

Dependendo da configuração, podem ser armazenadas as seguintes informações:

 

-       condições de funcionamento dos componentes do sistema (por exemplo, níveis de enchimento, pressão dos pneus e estado da bateria), 

-       avarias e defeitos em componentes do sistema importantes (por exemplo, luzes e travões), 

-       resposta do sistema a situações de condução extraordinárias (por exemplo, acionamento de um air bag, ativação de sistemas de controlo de estabilidade), 

-       informação sobre eventos em que o veículo é danificado, 

-       no caso dos veículos elétricos, o estado de carga da bateria de alta tensão e a autonomia estimada do veículo. 

 

Em casos particulares (por exemplo, se o veículo detetar uma avaria), poderá ser necessário armazenar dados que, regra geral, seriam voláteis. 

 

Se utilizar serviços (por exemplo, serviços de reparação e manutenção), poderá ser possível, se necessário, ler e utilizar os dados operacionais armazenados em conjunto com o número de identificação do veículo. Os dados do veículo podem ser lidos pelos colaboradores da Rede Mazda (por exemplo, oficinas autorizadas, o fabricante) ou por terceiros (por exemplo, serviços de assistência, oficinas independentes). O mesmo se aplica em casos de garantia e de medidas de garantia da qualidade. 

 

Os dados são geralmente lidos através da ligação OBD (on-board diagnostics - diagnóstico a bordo), obrigatória no veículo. Os dados operacionais lidos documentam as condições técnicas do veículo ou de componentes individuais, e ajudam a realizar o diagnóstico de avarias, o cumprimento das obrigações de garantia e a melhorar a qualidade. Estes dados, nomeadamente as informações relativas à fadiga dos componentes, a eventos técnicos, a erros operacionais e outros erros, são transmitidos ao fabricante, se necessário, em conjunto com o número de identificação do veículo. Além disso, o fabricante é o responsável pelo produto. Para este efeito, o fabricante utiliza dados operacionais externos ao veículo, por exemplo, campanhas de recolha. Estes dados também poderão ser utilizados para verificar a garantia legal do cliente e as reivindicações de garantia do fabricante.

 

A memória de erros do veículo pode ser reposta por um operador de serviço no âmbito de uma reparação, de trabalhos de manutenção ou a seu pedido. 

 

Funções de conforto e entretenimento informativo  

Poderá armazenar configurações de conforto e personalização no veículo e efetuar a sua alteração/reposição a qualquer momento.

 

Dependendo das configurações particulares do veículo, estas poderão incluir: 

 

-       configurações de posição do banco e do volante, 

-       ajustes do chassis e configurações do ar condicionado, 

-       personalizações, como a iluminação interior. 

 

Também poderá incorporar dados nas funções de entretenimento informativo do veículo no contexto da configuração selecionada. 

 

Dependendo das configurações particulares do veículo, estas poderão incluir: 

 

-       dados multimédia, por exemplo, música, filmes ou fotografias para reprodução num sistema multimédia integrado.

-       dados de livro de endereços para utilização em conjunto com um sistema mãos-livres ou um sistema de navegação integrados, 

-       destinos de navegação introduzidos, 

-       dados relativos à utilização de serviços de Internet. 

 

Estes dados de funções de conforto e entretenimento informativo podem ser armazenados localmente no veículo ou poderão estar localizados num dispositivo ligado ao seu veículo (por exemplo, smartphone, dispositivo USB ou leitor MP3). Desde que tenha sido o cliente a introduzir os dados, poderá eliminá-los a qualquer momento. 

 

A transmissão destes dados a partir do veículo é realizada exclusivamente a seu pedido, em particular, relativamente às definições que selecionou ao utilizar serviços online. 

 

Integração de smartphone, por exemplo, Android Auto ou Apple car play 

 

Caso o seu veículo esteja devidamente equipado para tal, poderá ligar o seu smartphoneou outro dispositivo móvel ao veículo para ser possível controlá-lo utilizando os elementos de controlo integrados no veículo. As imagens e sons do smartphonepodem ser reproduzidos através do sistema multimédia do veículo. Ao mesmo tempo, são transmitidas informações específicas para o seu smartphone. Dependendo do tipo de integração, estas poderão incluir dados de localização, modo dia/noite e outras informações gerais do veículo. Familiarize-se com as instruções de funcionamento do sistema do veículo/sistema de entretenimento informativo.

 

A integração permite a utilização de aplicações de smartphoneselecionadas, por exemplo, para navegação ou reprodução de música. Não ocorre qualquer interação adicional entre o smartphonee o veículo, em particular, o acesso ativo aos dados do veículo. A natureza de qualquer tratamento de dados adicional é determinada pelo fornecedor da aplicação. Como e se as definições podem ser utilizadas depende da aplicação em particular e do sistema operativo do seu smartphone.

 

Serviços online  

Caso o seu veículo esteja equipado com uma ligação de rede sem fios, esta permite a troca de dados entre o seu veículo e outros sistemas. A ligação sem fios é ativada através de uma unidade de transmissão e receção específica do veículo ou através de um terminal móvel (por exemplo, smartphone) que tenha instalado. As funções online podem ser utilizadas através desta ligação de rede. Estas incluem serviços online e aplicações (apps) disponibilizadas para si pelo fabricante ou por outro fornecedor. 

 

Serviços disponibilizados pelo fabricante  

Relativamente aos nossos serviços online, as respetivas funções são descritas pela Mazda em local apropriado (por exemplo, nas instruções de funcionamento e/ou no website Mazda específico para o país), sendo disponibilizadas em conjunto com as informações sobre proteção de dados associadas. Poderão ser utilizados dados pessoais para prestar serviços online. A troca de dados para este efeito ocorre através de uma ligação protegida, por exemplo, utilizando os sistemas de TI para tal destinados. Para além da prestação de serviços, a recolha, tratamento e utilização de dados pessoais ocorre exclusivamente com base numa permissão legal, por exemplo, em caso de sistemas de chamada de emergência exigidos por lei, por meio de um acordo contratual ou mediante aprovação. 

 

Pode ativar ou desativar os serviços (por vezes carregáveis) e funções no veículo, por vezes, até a totalidade da ligação sem fios. As funções e serviços exigidos por lei, como os sistemas de chamada de emergência, estão excluídos desta disposição. 

 

Serviços de terceiros  

Se optar por utilizar os serviços online de outros fornecedores (terceiros), estes serviços serão da responsabilidade dos respetivos fornecedores e estarão sujeitos às suas condições e termos de utilização. Geralmente, o fabricante não tem qualquer influência no que diz respeito aos conteúdos partilhados desta forma. 

 

Informe-se sobre a natureza, âmbito e finalidade relativamente à recolha e utilização de dados pessoais no contexto de serviços de terceiros por parte do respetivo prestador de serviços. 

 

 

 

 8. Os seus direitos de proteção de dados  

Se forem cumpridas determinadas condições, poderá impor-nos os seus direitos de proteção de dados 

 

  • Assim, tem o direito de receber informaçõesnossas sobre os dados armazenados sobre si, em conformidade com as regras do Art. 15.º do RGPD 
  • Se o solicitar, procederemos à correçãodos dados armazenados sobre si, de acordo com o Art. 16.ª da RGPD, se tais dados estiverem incorretos ou apresentarem falhas.
  • Se o pretender, eliminaremosos seus dados, em conformidade com os princípios do Art. 17.º do RGPD se tal não for impedido por outras disposições legais 
  • Considerando as condições prévias estabelecidas no Art. 18.º do RGPD, poderá exigir que limitemos o tratamento dos seus dados.
  • Além disso, poderá apresentar uma oposição ao tratamento dos seus dadosem conformidade com o Art. 21.º do RGPD e deixaremos de tratar os seus dados. Contudo, este direito de oposição só se aplica se a sua situação for caracterizada por circunstâncias muito especiais em que os direitos da nossa empresa possam ser contrários ao seu direito de oposição. 
  • Também tem o direito de receber os seus dados em conformidade com as disposições estabelecidas no Art. 20.º do RGPD num formatoestruturado, comum e legível por máquina ou transmitir tais dados a um terceiro.
  • Além disso, tem o direito de revogar o consentimentoque nos foi dado,no sentido de tratar dados pessoais a qualquer momento com efeitos futuros (ver número 2.3). 
  • Tem adicionalmente o direito a apresentar uma queixa junto de uma autoridade supervisora responsável pela proteção de dados(Art. 77.º do RGPD). Contudo, recomendamos que comece sempre por apresentar uma queixa ao nosso responsável pela proteção de dados.

 

Sempre que possível, os seus pedidos de exercício de direitos deverão ser enviados por escrito para a morada indicada acima ou endereçados diretamente ao nosso responsável pela proteção de dados. 

 

9. Âmbito da sua obrigação de nos disponibilizar os seus dados 

Só terá de disponibilizar dados que sejam necessários para o início e prática da relação comercial ou para uma relação pré-contratual connosco, ou para a recolha que nos é legalmente exigida. Regra geral, sem estes dados não conseguimos celebrar o contrato nem continuar a sua execução. Isto também poderá estar relacionado com dados que sejam posteriormente exigidos no âmbito da relação contratual. Se lhe solicitarmos dados que vão para além do descrito, será informado separadamente sobre a natureza voluntária da informação.

  1. 10.          Presença de uma decisão automática tomada em casos individuais (incluindo definição de perfis) 

Não recorremos a qualquer procedimento de tomada de decisão exclusivamente automático, conforme estabelecido no Artigo 22.º do RGPD. Se instituirmos um procedimento desta natureza em casos individuais no futuro, iremos informá-lo desta situação em separado caso tal seja exigido por lei.

 

Em determinadas circunstâncias, poderemos tratar parcialmente os seus dados com vista a avaliar determinados aspetos pessoais (definição de perfis). 

Poderemos utilizar ferramentas de avaliação para disponibilizar-lhe informação direcionada e aconselhamento sobre produtos. Estas permitem conceber produtos orientados para as necessidades, materiais de comunicação e publicidade, incluindo pesquisas de mercado e inquéritos de opinião.

 

Estes procedimentos também poderão ser utilizados para avaliar a sua liquidez e solvabilidade, bem como para combater o branqueamento de capitais e a fraude. Poderão ser utilizados "valores de classificação" para avaliar a sua solvabilidade. Em caso de classificação, a probabilidade é calculada utilizando métodos matemáticos para avaliar se o cliente irá cumprir as suas obrigações de pagamento no âmbito do contrato. Estes valores de pontuação ajudam-nos, por exemplo, a avaliar a nossa tomada de decisões relativamente à solvabilidade no contexto das negociações de produtos, sendo incorporadas na nossa gestão de riscos. O cálculo baseia-se em métodos matemáticos e estatísticos reconhecidos e comprovados e tem por base os seus dados, em particular sobre o rendimento, despesas, responsabilidades existentes, profissão, empregador, tempo de serviço, experiência de relações comerciais anteriores, reembolso de empréstimos anteriores em conformidade com o contrato, e informações de agências de crédito.

 

Não são processadas informações sobre a nacionalidade e sobre categorias especiais de dados pessoais, em conformidade com o Art. 9.º do RGPD.

 

 

Informações sobre o seu direito de oposição ao abrigo do Art. 21.º do RGPD 

 

  1. Tem o direito de apresentar uma oposição, a qualquer momento, contra o tratamento dos seus dados que seja realizado com base na secção 1 f do Art. 6.º do RGPD (tratamento de dados com base numa ponderação de interesses) ou da secção 1 e do Art. 6.º do RGPD (tratamento de dados no interesse público). Contudo, a condição prévia para tal é a existência de fundamentos para a sua oposição que emanem da sua situação pessoal especial. Isto também se aplica à definição de perfis baseada para esta finalidade na acessão do n.º 4 do Art. 4.º do RGPD.

 

Caso apresente uma oposição, deixaremos de tratar os seus dados pessoais, exceto se tivermos demonstrado razões imperiosas que justifiquem a proteção do tratamento que se sobreponham aos seus interesses, direitos e liberdades, ou se o tratamento servir para avaliar, exercer ou defender reivindicações de ordem legal.

 

  1. Também utilizaremos os seus dados pessoais para fazer publicidade direta. Se não pretender receber publicidade, tem o direito de apresentar uma oposição nesse sentido a qualquer momento. Isto também se aplica à definição de perfis, na medida em que esta esteja relacionada com tal publicidade direta. Iremos respeitar esta oposição com efeitos futuros. 

 

Deixaremos de tratar os seus dados para efeitos de publicidade direta caso se oponha ao tratamento para este efeito.

 

A objeção pode ser apresentada sem ser exigido qualquer formulário específico e, se possível, deve ser enviada para

 

Mazda Motor de Portugal, Lda.

Av. José Malhoa 16, Piso 3, Fração B2

1070-159 Lisboa 

 

A nossa política de privacidade e a informação sobre a proteção de dados sobre o nosso tratamento de dados em conformidade com os artigos 13.º, 14.º e 21.º do RGPD podem mudar a cada momento. Todas as alterações serão publicadas nesta página. As versões anteriores podem ser consultadas num arquivo.

 

II.             Declaração de Privacidade suplementar para o nosso Website 

 

A proteção da sua privacidade no tratamento dos seus dados pessoais é uma preocupação importante para a Mazda e quaisquer dados pessoais obtidos durante as visitas aos nossos websites são tratados por nós em concordância com as provisões legais válidas nos países em que os websites são mantidos. Os nossos websites podem incluir ligações para outros sites cujo conteúdo não está sob o nosso controlo e a Mazda não pode aceitar qualquer responsabilidade pelo conteúdo desses websites.

 

Recolha e tratamento de dados pessoais

Quando visita os nossos websites, o nosso servidor Web regista automaticamente o nome do seu fornecedor de acesso à Internet, o website a partir do qual nos está a visitar, os websites que visita e a data e duração da sua visita. Apenas são armazenados dados pessoais adicionais se estes forem livremente fornecidos por si, por exemplo, no contexto de uma inscrição, de um inquérito, de um concurso ou na execução de um contrato.

 

 

Utilização de cookies

Um cookie é um pequeno ficheiro de texto que é transferido para o seu computador quando visita os nossos websites. Este ficheiro regista as áreas dos nossos websites que o seu computador visita e durante quanto tempo.

 

Nos nossos sites, utilizamos tanto cookies nossos como de terceiros. Os nossos cookies são configurados pelo nosso servidor e ajudam-nos a identificar a localização do utilizador nas páginas. Também nos indicam as definições que utilizou nas suas visitas anteriores. Por outro lado, os cookies de terceiros são configurados por um outro servidor que não o da Mazda. Utilizamos um fornecedor de cookies externo para registar a sua navegação nos nossos websites. Estes cookies são mais facilmente desativados do que os nossos cookies.

 

Os cookies não armazenam qualquer informação pessoal e são utilizados para compilar estatísticas anónimas e agregadas em relação à utilização dos sites por parte dos visitantes. Os cookies ajudam-nos a medir o desempenho dos nossos websites e a personalizar a forma como desfruta do nosso conteúdo, como um visitante exclusivo.

 

Se assim o desejar, pode bloquear todos os tipos de cookies, incluindo cookies de terceiros, a qualquer altura através da interface do seu browser. (Tenha em conta que algumas das funcionalidades dos nossos websites podem não funcionar se os cookies estiverem desativados).